Uma velhinha com super-poderes

Há uma prática comum entre os farmacêuticos que é acharem que todos os velhinhos ouvem mal e que todos os velhinhos são senis.

E isto dá origem aos diálogos bizarros, como este a que acabo de assistir.
Farmacêutica vê uma velhinha de 80-85 anos chegar com uma receita, debruça-se logo sobre o balcão e começa a falar escandalosamente perto do ouvido da velha, 130 decibéis acima do normal, naquele tom infantil semi-fofinho semi-coitadinho de Mary Poppins dos Velhos e aquela dicção estu-pi-da-mente ca-rre-ga-da de quem quer ensinar um cão a dar a pata:

“POIS, PROBLEMAS EM EVACUAR NÃO É?! É NORMAL NESTAS IDADES, Ó SE É! VAMOS JÁ TRATAR DESSA EVACUAÇÃOZINHA! VOU ESCREVER AQUI NA CAIXINHA QUANDO TEM DE TOMAR, 3X’S AO DIA ANTES DA PAPAROCA, E ASSIM FICA DESPACHADINHA E COM TUDO TRATADINHO OK?! HIHIHI”

(e fica ali a anuir e a afagar o ombro da velha, a forçar um ar de quem adora idosos e se pudesse tinha uma quinta só com idosos e dava-lhes papas à boca e levava-os a passear com trela)

Velhinha, perfeitamente lúcida e, portanto, atónita com aquele circo:

“Menina, porque é que está a gritar?”

Anúncios

One Comment Add yours

  1. Uva Mijona diz:

    Parece impossível. Que infeliz senhora. Discurso ridículo. Discurso infantiloide. Exige-se a criação de uma comissão de protecção de velhinhos !

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s