Diz-me como arrumas o teu desktop, dir-te-ei quem és.

Os 5 perfis:

1º. O obsessivo-compulsivo.

Tem as pastas todas arrumadas numa linha, no canto do ecrã, por ordem alfabética. Lá dentro estão numeradas, higiénicas, sempre de acordo com a mesma nomenclatura – NomedoDoc_V1_20MAR. Para este perfil, um documento solto no meio do desktop é motivo de ansiedade.

Wallpaper tipo
O que veio por defeito – Azul Windows.

2º. O egocêntrico.

Aquele que tem uma única pasta no desktop, com o seu nome por sinal. E para chegar a qualquer documento tem de passar 15 minutos no processo matrioshkano de procurar a pasta dentro da pasta dentro da pasta – é uma pasta sem fundo. Ele, o egocêntrico, sabe sempre onde tem as coisas, mas mais ninguém consegue aceder, porque 5 minutos nesta pasta correspondem a 7 anos no Planeta Terra.

Wallpaper-tipo:
Standard windows com árvores e céu azul ou praia paradisíaca;

3º. O apartheid.

Aquele que cumpre à risca a regra de ter 50% ocupado com pastas de assento vitalício e 50% vazio para ocupar com as coisas ongoing.
A linha que separa ambos é tipo muro de Berlim, são mundos à parte que não convivem. Se estás na pasta vitalícia, é um caminho sem retorno. Se estás no ongoing, é de aproveitar enquanto dura, que este menino não brinca na hora de arquivar.

Wallpaper-tipo:
Aquelas ondas Windows ou padrões indiferenciados – têm de funcionar só com metade do ecrã.

4º. O disperso.

Ele até não precisa de muita informação mas, ao contrário das pessoas normais que fazem ajuntamentos de folders no canto superior direito do desktop, esta pessoa não sente esta necessidade de convergência. Assim, opta por pequenos ilhéus de documentos, ora aqui, ora ali, a combater a desertificação nos cantos inóspitos do desktop.

Wallpaper-tipo: fotografia personalizada, dos filhos ou das férias em Punta Cana com o môr.

5º. O caótico.

Aquele que tem o desktop forrado com ficheiros de títulos anárquicos, os documentos a fazer moche uns em cima dos outros e que vive perfeitamente confortável na desordem. Escrever algo em word implica criar vários documentos com os nomes V1, V2, V3, V4, VFinal, VFinalíssima – e onde é que os “arruma” todos? Não arruma, ficam ali a povoar o desktop para sempre, criam raízes, família e um pequeno negócio de comida para fora.

Wallpaper-tipo:
Não saberia dizer, nunca niguém conseguiu ver um.

(mambo) Nº 5 in the house! Alguém mais se acusa?

Anúncios

3 Comments Add yours

  1. Tiago Moreira da Silva diz:

    Esqueceste-te d’ “O Minimalista”: aquele que, para além da Reciclagem, não tem quaisquer ícones no desktop. E a Reciclagem só lá está para o caso de algum ficheiro extraviado aparecer no Desktop à revelia! Wallpaper-tipo: uma imagem de alta resolução, carregada de detalhes, apenas visíveis porque não existem documentos e ficheiros vários a ocultá-lo.

  2. No pc pessoal sou minimalista. o mínimo possível no desktop, e o que está é normalmente urgente.

    No pc do trabalho sou altamente nº5.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s