Aquele momento em que….

…estamos a falar em público e apercebemo-nos de que já deixámos de fazer sentido, mas não conseguimos parar de falar.

E andamos às voltas com o alfabeto, a chafurdar no absurdo, sem perceber porque é que ainda não nos calámos.

E é neste momento que entendemos, no âmago do nosso ser, os cães que perseguem as próprias caudas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s