Verdade Universal #3

Há sempre aquele momento em que descobrimos que a nossa mala tem um buraco no forro.
E que nesse limbo entre o forro e o tecido exterior existe todo um mundo de perdidos e achados que já tínhamos dado como falecidos: um pente, um isqueiro da Expo 98, uma multa da EMEL, um OBzinho enrolado em cotão arqueológico.

Ah, haja alegria em momentos como este.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s